História Regional

Demolição da ponte de madeira deixou Freg. do Ó sem entrada

Tem quem pergunte por que a Av. Santa Marina tem dois pedaços sem nenhuma conexão, um na Água Branca, outro na Freguesia do Ó? Simplesmente porque se trata da mesma via, que foi separada quando da retificação do Rio Tietê e construção das Marginais nos anos 60.

A prefeitura demoliu a ponte de madeira que ali existia desde antes de 1900, e construiu a atual em outro local, em 1956, (na interligação da Av. Inajar de Souza com a Av. Comendador Martinelli). Antes da primeira ponte, a travessia era mesmo de barco.

Esse é o principal motivo da Freguesia do Ó não ter uma saída/entrada direta, que a interligue com o outro lado do Rio Tietê. Ao se chegar na Av. Nossa Senhora do Ó todo o fluxo de automóveis e ônibus se acotovela e é obrigado a entrar à esquerda nesta via, que é estreita, mas tem que suportar o tráfego das vias Javoraú, Miguel Conejo e Rua da Barca, criando um trânsito intenso e, muitas vezes, o caos.

(Foto do acervo do Freguesia News)

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo