Pirituba

UPA City Jaraguá é entregue com capacidade para mais de 15 mil atendimentos mensais

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), entregou nesta segunda-feira (22) a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) City Jaraguá, na zona norte, com capacidade para realizar cerca de 15 mil atendimentos mensais. Agora, a capital conta com 19 UPAs, 15 entregues nos últimos quatro anos.

O secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, mencionou que a região necessitava de um equipamento desse porte e relembrou as obras paradas assumidas pela atual gestão.

“Quando nós assumimos, eram 48 esqueletos de unidades de saúde espalhados pela cidade. Nós entregamos à população 47 unidades, entre elas 12 UPAs”, disse. “É uma região da cidade que não tinha uma UPA sequer. Abrimos a UPA Jaçanã, a UPA Pirituba, a UPA Perus, e agora a UPA City Jaraguá”, afirmou.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, fez referência às melhorias implantadas na região como resultado de um trabalho em conjunto. “Tem muita gente que está na política por vocação, para servir às pessoas, porque teve um chamado. A gente tem exemplos aqui de várias pessoas que exercem a política de forma vocacionada”, afirmou o prefeito.

Ele aproveitou a ocasião para destacar o trabalho da Secretaria Municipal da Saúde no enfrentamento à pandemia. “Eu sempre falo que uma das maiores virtudes do secretário Edson Aparecido, além de ser trabalhador, competente e dedicado, é ter unido toda a equipe da saúde. Por isso todo esse sucesso na questão do atendimento às pessoas durante o momento mais grave da pandemia, quando estávamos com quase 100% dos leitos de UTI ocupados. A Secretaria da Saúde deu um atendimento fantástico à população de São Paulo”, elogiou o prefeito.

A UPA City Jaraguá é uma unidade com atendimento 24 horas. Tem 24 leitos, incluindo os de observação (adulto e infantil) para pessoas acometidas por quadros agudos de natureza clínica e primeira intervenção para os casos cirúrgicos e de trauma.

No local, é possível estabilizar os pacientes e realizar a investigação diagnóstica inicial para definir a conduta necessária para cada caso. O local vai oferecer ainda serviços de urgência e emergência em clínica médica, pediátrica, ortopédica, cirúrgica, odontológica e exames laboratoriais. Ao todo, 402 profissionais da saúde vão trabalhar na UPA City Jaraguá.

A estrutura física conta com 79 salas, entre consultórios, salas de avaliação de risco, serviço social, posto de enfermagem, quartos de isolamento, recepção, salas de espera, entre outros espaços. “Esse equipamento era muito esperado e tem um valor imenso para a comunidade”, comemorou o líder comunitário Miguel Gomes Lima, que mora próximo à nova unidade de saúde.

Com investimento total de R$ 9.780.165,86, a obra foi executada com recursos da prefeitura em contrapartida aos investimentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) como parte do programa Avança Saúde SP. Desse valor, R$ 6.389.318,86, foram destinados à construção do prédio e R$ 3.390.847,00, à aquisição de equipamentos médicos e mobiliários. O custeio mensal da UPA será de R$ 4.469.300,13.

A UPA será administrada pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). A unidade integra a Rede de Atenção às Urgências, que concentra os atendimentos de saúde de complexidade intermediária, compondo uma rede organizada em conjunto com a atenção básica, hospitalar, domiciliar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Avança Saúde SP

O Avança Saúde SP é um programa de reestruturação e requalificação das redes assistenciais da cidade de São Paulo que tem como objetivo ampliar a oferta, melhorar as condições de acesso e aprimorar a qualidade de serviços municipais do Sistema Único de Saúde (SUS) na capital para a população.

O investimento total no programa é de US$ 200 milhões (cerca de R$ 1 bilhão), dos quais US$ 100 milhões (R$ 500 milhões) financiados junto ao BID e o restante como contrapartida da Prefeitura de São Paulo. Em setembro, o banco liberou mais US$ 22 milhões (cerca de R$ 114 milhões) para a gestão municipal, como parte do empréstimo total.

Nesta etapa do contrato estão previstas a construção de mais equipamentos de saúde, como UPAs e Unidades Básicas de Saúde (UBSs), além da continuidade das reformas das UBSs. Até o momento, 42 estão concluídas, 50 em andamento e duas contratadas. As próximas a serem entregues são as unidades Vergueiro e Parelheiros.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo