HISTÓRIA DOS BAIRROS

12/05/2017

As pontes das Marginais foram construídas em locais diferentes, na retificação das Marginais

As Marginais retificadas foram uma bomba de efeito retardado para bairros como a Freguesia do Ó e Pirituba, pois as antigas pontes de madeira foram demolidas no processo de retificação e as novas, de concreto, foram construídas em outros locais, já visando a construção das as avenidas de fundo de vale, como as atuais Edgar Facó e Inajar de Souza, o que prejudicou a saída de Pirituba e Freguesia, bairros projetados para escoarem o tráfego pelas Avs. Raimundo Pereira de Magalhães e Av. Santa Maria, tiveram os acessos praticamente bloqueados, uma situação que hoje agrava-se, com o crescimento assustador do automóveis e à falta de novas pontes.

A população clama por novas pontes em Pirituba e Freguesia do Ó, e os governantes protelam. A de Pirituba que tem até projeto e Lei específica parece fadada ao esquecimento pela atual gestão.

Total de 176 Notícias | Página 1 de um total de 14

As duas caixas d'água, marcos do bairro, foram demolidas. Em 2009 um funcionário da Sabesp, por iniciativa própria, resolveu demolir a caixa d’água da Freguesia do Ó, no início da Av. Itaberaba, que foi desativada em 2003, mas que se tornou símbolo do Ó. "Foi uma falta de respeito à população para com um símbolo do bairro" - disse Robson Cerqueira na época, que fez protesto contra a atitude bizarra do funcionário, inclusive, em área de preservação histórica.   leia mais...

A primeira linha de ônibus da Vila Brasilândia foi inaugurada em março de 1949, a Linha 121, conforme atesta a foto conseguida pelo editor Célio Pires com um morador do bairro.   leia mais...

Com as insistentes postagens de amigos, sobre o sumiço e a não localização do Marco histórico, alusivo ao pouso dos Expedicionários, no Largo da Matriz velha, rumo ao Paraguai, finalmente temos algo concreto.   leia mais...

A primeira linha de ônibus da Vila Brasilândia foi inaugurada em março de 1949, a Linha 121, conforme atesta a foto conseguida pelo editor Célio Pires com um morador do bairro, agora há registro de que a primeira linha oficial de ônibus que serviu a Vila Brasilândia foi a da CMTC – Companhia Municipal de Transportes Coletivos - a partir de 3 de março de 1958, com destino à região central. O ponto de ônibus era em frente à Paróquia de Santo Antônio de Vila Brasilândia.   leia mais...

Somavam-se, ainda, famílias vindas do interior, em busca de melhores condições de vida.
Muitas dessas pessoas já se conheciam anteriormente, e ao chegarem à Brasilândia, em seu início, viviam como uma grande família. A grande maioria das casas eram construídas pelos próprios moradores, em regime mutirão, onde um vizinho era ajudado pelo demais, e assim, o bairro foi crescendo.
O primeiro loteamento em Brasilândia, a cargo da Cia. Líder foi registrado em 24 de janeiro de 1947 [documento...   leia mais...

Na década de 40 alguns sítios e chácaras de cana de açúcar foram se transformando em núcleos residenciais na região da Freguesia do Ó e um deles veio formar o bairro de Vila Brasilândia.
Na época, um dos sitiantes, Brasílio Simões, vendeu o seu sítio, onde produzia a Caninha do Ó, para empresa loteadora que criaria ali o loteamento Brasilândia. Por isso, o comerciante teve o um derivado do seu nome empregado na denominação do bairro.
O contrato de compra e venda das terras...   leia mais...

A marginal do Tietê começou a ser construída nos anos 50, com o acesso da Ponte das Bandeiras à Vila Maria para chegar à via Dutra, se tornou uma alternativa às vias tortuosas do centro da cidade para viagens de um bairro a outro.   leia mais...

O Jardim Paulistano fica no alto da Vila Brasilândia (Zona Norte da Capital) e é confundido, muitas vezes, com a Vila Siqueira - um bairro que já nasceu com carência e seus moradores tiveram que se unir desde o princípio para obter melhorias e serviços públicos.   leia mais...

As Marginais retificadas foram uma bomba de efeito retardado para bairros como a Freguesia do Ó e Pirituba, pois as antigas pontes de madeira foram demolidas no processo de retificação e as novas, de concreto, foram construídas em outros locais, já visando a construção das as avenidas de fundo de vale, como as atuais Edgar Facó e Inajar de Souza.   leia mais...

O bairro teve início em 1580, quando o bandeirante Manoel Preto, se instalou em uma fazenda, na Vila de São Paulo após 26 anos de sua fundação.   leia mais...

Segundo o site patrimônio histórico da Prefeitura de São Paulo, foi através dos Peabirus - caminhos utilizados pelos indígenas, que os portugueses se movimentaram da costa ao Planalto de Piratininga, onde construíram o Pátio do Colégio, dando início à cidade de São Paulo.
Um dos caminhos era o Caminho de Campinas ligava São Paulo aos pontos de exploração do ouro, na área do Jaraguá, e da produção de cana-de-açúcar, no interior. Era também usado para chegar ao sertão, para os estados de...   leia mais...

O território de Pirituba abrange em sua maior parte, as áreas então ocupadas pelas Fazendas Anastácio e Jaraguá, além de pequenos sítios, que no início do século XIX despertou o interesse dos pesquisadores estrangeiros, a exemplo do que relata o inglês John Maew, em "Viagem ao Interior do Brasil", editado em 1813 na Inglaterra e o missionário norte-americano Daniel Kidder, que permaneceu em nosso país durante 3 anos, e pode relatar sobre a vida e o trato nas fazendas de nossa...   leia mais...

Enquete

Você acredita que a presidenta Dilma:

  • 1) Irá reerguer a Petrobrás e o Brasil e continuar seu mandato?
  • 2) Não dá mais, deve sofrer o Impeachment.

1) Irá reerguer a Petrobrás e o Brasil e continuar seu mandato?

24%

2) Não dá mais, deve sofrer o Impeachment.

75%

Geral  |  Política  |  Esportes  |  Variedades  |   Cultura  |  Educação  |  Saúde  |  Roteiros do Ó
Varejão dos Imóveis  |  História dos Bairros  |  Culinária  |   Ecologia  |  Videos  |  Fale Conosco
LAPA NEWS  |  FOLHA DE PIRITUBA  |  FREGUESIA NEWS  |  ZONA NORTE NEWS

Freguesia News - Copyright © 2011. Todos os direitos reservados
Sede Própria: Largo da Matriz Velha, 36 - Freguesia do Ó - São Paulo | Pabx/Fax: (11) 3931 6383 | E-mail: freguesianews@gmail.com